quarta-feira, junho 26, 2019

IGREJAS DIFERENTONAS OU IGREJAS PRETAS

IGREJAS DIFERENTONAS
(ou igrejas pretas)

Otoniel Medeiros

            O nosso interesse aqui é levar você a fazer uma pesquisa e tirar a sua conclusão sobre igrejas diferentonas ou igrejas pretas. Igrejas com esse perfil, voltadas para jovens, no Brasil, são nacionais que se adaptaram ou internacionais que chegaram aqui de forma missionária. O título igrejas diferentonas ou igrejas pretas vem da particularidade do espaço escuro e paredes pretas. O termo igreja aqui está amplo não só significando a ação congregacional, como a liturgia e o espaço.

POR QUE DIFERENTONAS?

            Imagine um culto tradicional, agora inverta. Isso é o culto nas igrejas diferentonas que também acontece em sala de cinema (INC = Igreja No Cinema), onde usa todos cinco sentidos (visão, olfato, paladar, audição e tato). Investem pesado em design e nas redes sociais num direcionamento para jovens da classe média e alta.

ESSAS NOVAS IGREJAS ESTÃO SENDO PINTADAS DE PRETO

            Essas influências vêm de algumas igrejas australianas que nos últimos dez anos tem influenciado a música nas igrejas evangélicas brasileiras. As paredes são pintadas de preto, uso de luz estrobofóbica, canhões e telões de led, cortina de fumaça e a velha salva foi substituída por um cartão de crédito. Algumas igrejas tradicionais não usam cartão de crédito porque partem do princípio de que a oferta e o dízimo são do que já se tem.

CONCLUSÃO

            Bereanos, sempre bereanos: “Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo” (At 17.11).

Abraço fraterno, em 26 de junho de 2019.

Otoniel Medeiros

2 comentários:

Unknown disse...

Pr. É como dizia o irmão Geraldinho é muita coisa e coisa estranhas...

OTONIEL MEDEIROS disse...

Verdade...